Fotografia:
A “plaquinha” do esconde-esconde…

Numa altura em que João Paulo II anda nas “bocas do mundo”, não só pela excelente forma que mostrou ter aquando da sua recente visita a Espanha, mas também pelas comemorações de um quarto de século de pontificado, cá o nosso burgo parece que anda a “esconder” o mais possível tudo aquilo que tenha a ver com o Papa…

N/D
12 Mai 2003

Veja-se o caso da “placa” em pedra que está alapada na margem de um dos passeios da Avenida Central. A ramalheira é tamanha que daqui a pouco já se não vê uma nesga da dita!
E a agravar a situação, como a ramagem começa a arrebitar descaradamente as orelhas, os peões acabam por não reparar a tempo na “placa” e, de quando em vez, lá fica um a gemer e com o sapato a abanar, devido à traulitada que dá na pedra…

Ora, das duas – uma: ou há quem vá àquela zona de tesoura nas unhas e rapa o toutiço à ervaria, de maneira que a “placa” fique bem visível, ou então é melhor arrancá-la da zona de passagem dos peões e colocá-la em local mais visível e menos “perigoso”.

É que assim, meuzzzz amigozzz, a coisa está “preta”: não só porque fica escondida debaixo das plantas, mas também porque deixa duras “negras” nas nossas patorras! Ou acham que não? Se acham que não, passem lá distraídos e rapidamente gritarão, de patinha no ar: boa vai ela!!!




Notícias relacionadas


Scroll Up